Enviar texto'"Tears for Fears-cura pela boa música"' para um amigo

Enviar o texto ('"Tears for Fears-cura pela boa música"') para um amigo

* Campo Obrigatório






Separe com vírgula. Máximo de 5 e-mails.



Separe com vírgula. Máximo de 5 e-mails.


Verificação de E-mail por Imagem

Carregando ... Carregando ...

11 Comentários

  1. Eu fui nos shows do tears for fears em 1996, e de 2011, os dois de SP e o do Rio. Foram os melhores dias da minha vida.
    Publio – RJ

  2. Foi um show maravilhoso!!!!!!!
    Não querendo corrigir, já te corrigindo: Breakdown Again é do álbum Elemental foi lançado em 1993. Em 1995, Orzabal lançou ainda como TFF, o Raoul And The Kings Of Spain e tocou aqui no Brasil em 1996.
    A frase: “goodbye my friends, will I ever love again?” é de Memories Fade e essa sim teve uma versão diferenciada pela introdução. Mad World foi fiel à versão do disco. O que o Curt disse é que várias versões dessa música foram feitas, mas a que ele ia cantar é que era a original.

    Valeu pelo texto; muito bom relembrar esses momentos. :o )

    • Obrigada, Sophia. Vou fazer as correções. Só não vou acrescentar este álbum, que eu já havia visto na discografia, porque já citei álbuns demais. Um abraço, Mariana.

  3. Querida Mariana, estava em São Paulo e assisti ao show extra do Tears no dia 14/10, no Credicard Hall, e ratifico todos os seus comentários! O show de lá também estava lotado e foi muito emocionante, pra mim particularmente com as músicas Pale Shelter e Memories Fade do lindo The Hurting, e claro, Everybody… e Head Over Hills, maravilhosas! Roland Orzabal e seu vozeirão versátil impressionou mesmo, e Curt Smith se destacou pela suavidade e sensibilidade na interpretação de vários hits! Também lavei a alma. Aliás, melhoras e boa recuperação.
    Beijos, Audrey.

    • Que bom que este você viu, Audrey! Já que não verá o do Duran! Pois é, também aaamo o The Hurting, estou precisando comprá-lo em CD. Que bom que houve este show, foi realmente uma bênção curativa pra mim! E o do Duran também será! É muito bom quando vemos que ainda gostamos do que gostávamos antes porque significa que realmente é algo que tem qualidade, não? Um beijo grande. Quem sabe nos vemos no Ringo aqui em Brasília?

Deixe um comentário