Enviar texto'“Faroeste Caboclo”: Tarantino encontra Walter Salles e Shakespeare' para um amigo

Enviar o texto ('“Faroeste Caboclo”: Tarantino encontra Walter Salles e Shakespeare') para um amigo

* Campo Obrigatório






Separe com vírgula. Máximo de 5 e-mails.



Separe com vírgula. Máximo de 5 e-mails.


Verificação de E-mail por Imagem

Carregando ... Carregando ...

7 Comentários

  1. Marcelo Costa |

    Parei em: “modernizado a la Tarantino.”
    Aquilo que vocês chamam de filme que o tal do Tarantino faz, não pode ser chamado de filme. Ele é um roteirista fantástico, e só. Os filmes dele são uma piada moderna.

    • Também não assisto mais ao Tarantino. Afora a questão do roteiro, em que ele é realmente muito bom, acho os filmes de uma violência gratuita enorme. Concordo com você. Mas no Faroeste a violência não é gratuita, é essencial à trama.

  2. to doido pra assistir……

  3. Mariana,
    Continuo adorando os seus textos.
    Renato Russo, seu ídolo e muita galera de uma geração especial que valorizavam o que tinha de melhor na cultura, merece todas as homenagens: Show, teatro, cinema e tantas mais.

Deixe um comentário