O Rio Escondido- 20 dicas

O Rio Escondido- 20 dicas

O Rio de Janeiro das lindas praias de Ipanema, Leblon e da mais bela vista praiana do mundo, a de Copacabana, todo mundo conhece. O majestoso Jardim Botânico, as inúmeras lojas da Visconde de Pirajá em Ipanema e as praias da Barra também são figurinhas fáceis na programação de quem vai à Cidade Maravilhosa. O Cristo Redentor e o Bodinho do Pão de Açúcar não vou nem citar. O que eu descobri na minha última ida ao Rio, porém, foi muito mais que isso: programas que só se faz se algum amigo carioca ou alguma revista antenada indicar, verdadeiras joias escondidas no dia a dia de quem tem a sorte de morar no Rio.

Divido com você aqui neste post algumas dessas dicas que me foram dadas no início do verão, mas que podem ser aproveitadas o ano inteiro.

1-   O restaurante La Suite, instalado numa casa centenária de uma das travessas da Estrada do Joá. tem esta vista aí…

Ele fica dentro de um hotel boutique administrado por um francês e seu marido, o artista plástico Marzio Fiorini. Faça uma reserva pro brunch de domingo, mas não deixe de ligar antes porque não é sempre que ele acontece. Conheça a casa por dentro e peça pra ser apresentado às joias coloridas criadas por Fiorini. Elas são feitas de borracha!

2-   Lounge do Restaurante Lasai, na Rua Conde de Irajá, no Humaitá. Enquanto você espera sua mesa ficar pronta no restaurante que ganhou o título de revelação da última Vejinha Rio, sente-se no último andar do prédio antigo. Você vai sentir que chegou ao lugar certo quando vir o Cristo Redentor iluminado em toda a sua majestade, lá no alto do Corcovado! Não tem preço tomar um espumante rosé ou um drink especial da casa olhando pra mais famosa das esculturas art-decô do Brasil! No menu do restaurante comandado pelo chef Rafa, que já passou pela cozinha do Mugaritz, em San Sebastian, na Espanha, muita carne de porco modernizada. Sim, o porco foi definitivamente reabilitado! No dia em que fomos, deu pra ver que o pessoal de bom gosto já descobriu o restô: demos de cara com Marcelo Bonfá.

3-   Quando você for dar aquela passeada básica pela deliciosa rua Dias Ferreira, no Leblon, aquela onde já funcionaram o restaurante Carlota, onde estão as lojas de Adriana Barra e Isabela Capeto, e o queridinho restaurante natural Celeiro, claro que você vai passar pela badalada e ótima Livraria Argumento. Aliás, se for à noite, com certeza se deparará com algum lançamento de livro. Quando eu estava no Rio, Chico Caruso tocou violão em frente à livraria, durante o lançamento do livro de seu irmão, Paulo, também cartunista. Saia da Argumento, vire-se de frente pra ela e entre na galeria grudada com ela à direita. Ali, você vai encontrar três joias escondidas:

4-   Loja Gilda Midani- Esta estilista pinta camisetas e vestidos com batik, criando peças que vão bem além dos modelos Feira Hippie. São sofisticadas e procuradas por atrizes, jornalistas e descolados em geral, que ficam conhecendo a loja no boca a boca. Quem me deu a dica foi minha amiga Mayla di Martino, neocarioca que já se apaixonou pela marca. No dia em que fui, encontrei Bianca Byton, que outro dia revi na reprise de “Anos Dourados” e que namorou um certo Chico Buarque.

5-   Antes de chegar à loja de Gilda, você vai passar pela loja de tecidos especiais EspaçoMulti. Há desde almofadas já prontas com os desenhos infantis mais incríveis até tecidos solo que você pode comprar por metro pra revestir um sofá ou uma poltrona. A loja é escondida de propósito por ser mais voltada para profissionais da área como arquitetos, designers de interior ou decoradores. Mas pode-se fazer pedidos pela internet, inclusive de outras cidades.

6-   Ali também está a Galeria Espaço de Arte Mul.ti.plo, especializada em arte contemporânea. Tem fotografias especiais, pinturas de artistas não tão conhecidos, mas muito interessantes como a paulista Mariana Serri (na foto abaixo) , e telas de pintores consagrados como Eduardo Sued e Roberto Magalhães.

7-   Ainda na Dias Ferreira, ande um pouco pra esquerda. Numa esquina, você encontrará a Poeira. É uma loja de objetos de design das melhores do Rio. Sem querer, encontrei os pratos que vinha procurando desde setembro e que havia visto no restaurante Cracco, em Milão, duas estrelas no Michelin. O barato da louça é que ela é dividida em duas partes: um lado é tem motivos orientais, o outro ocidentais. A loja é cara porque a maioria dos produtos é importado. Mas vale a pena levar pelo menos uma pecinha! Se estiver muito cansado, ande só mais um pouquinho no sentido Ipanema pra chegar ao “Chico e Adelaide”, o bar aberto pelos antigos garçom e cozinheira do Bracarense há alguns anos, escolhidos diversas vezes os melhores pelo júri da Vejinha Rio. Coma os bolinhos da Adelaide, são famosos! Fomos conhece-la na cozinha e ela foi simpaticíssima!

8-   Ipanema também tem seus encantos quando o assunto são compras especiais, claro! A dica é não se limitar às lojas que ficam de frente pra Visconde ou pras suas transversais que formam o tal quadrilátero da moda (Aníbal de Mendonça e Garcia D’Ávila). Entre nas galerias. Na Galeria Ipanema 2000, pra comprar presentes pra bebês, não deixe de conhecer a Nunim. Os macacõezinhos de linha são lindos e os conjuntinhos de algodão de body e cuecão são irresistíveis. Pra meninos e meninas!

9-   Na mesma Ipanema 2000, mas no segundo andar, está a “What mommy needs”, com um monte de objetos incríveis para mães de bebês e crianças pequenas.

10-  No famoso Forum de Ipanema, em frente à Praça Nossa Senhora da Paz, está uma nova loja de joias, em ouro amarelo ou branco-sempre fosco- e também em prata. É a Mônica Pondé,  cujo design é bem moderno, orgânico, e diferente do que costumamos ver nas grandes joalherias. A loja em si também é linda; mais se parece com um antigo armarinho.

11- Se você quiser se sentir no meio do burburinho do verão carioca, almoce no Via Sete. Não é nenhuma novidade comer as comidas leves, como atum com salada, e os sucos deliciosos deste restaurante descontraído da Garcia D’Ávila. Mas desta última vez que fui fiquei com um sentimento de que aquele lugar ali, com o peruano/brasiliense Tupac do outro lado da rua, se transforma no centro do mundo durante o verão brasileiro. Por ali circula gente do mundo inteiro, se ouve as mais diversas línguas, se vê as mais diferentes feições e etnias. É como se fosse Nova Iorque no natal ou Paris no ano novo…

12-  No próximo quarteirão da mesma Garcia, em direção à Lagoa, você vai encontrar o espanhol Venga!. Muito bom pra comer uns tapas e tomar uma taça de vinho ou uma sangria no meio da tarde ou, se preferir o agito, ir à noite, quando o local vira um point badalado.

13-  Na Barão da Torre próxima à Aníbal, está o também já conhecido Bazzar. Vale fazer um programa um pouco diferente e tomar uma flute de champanhe lá dentro, sentado no bar. A carta de vinhos é grande e o lugar é lindo!

14-  Fora do circuito compras/comidas, o grande programa escondido do Rio de Janeiro ultimamente é fazer SUP ao lado do Forte de Copacabana. A dica foi da minha amiga Regina Vieira, que nada naquelas águas e já foi surfista em locais de águas mais agitadas. Eu tinha feito meu batismo nas águas calmas de Búzios e não imaginava que desse pra ficar em cima da prancha de Stand Up Paddle por muito tempo nas águas bem mais balançadas da capital fluminense. Pois bem, neste spot que os pescadores sempre usaram como base, as águas são calmas, calmas. Talvez justamente por causa da proximidade do Forte. A barraca para se alugar a prancha fica bem pertinho do forte, na areia da praia. E não há como descrever a sensação de se equilibrar em cima de uma prancha olhando para o Pão de Açúcar. Tome um drink e coma uma omelete na Confeitaria Colombo do Forte pra recompor as energias depois.

 

15-  Agora, quem gosta de um programa realmente alternativo, pode conhecer a casa/ateliê do artista Roberto Magalhães, na Barra. O artista, que é um expoente do surrealismo brasileiro, vive na Ilha da Gigoia, na Barra, mais precisamente dentro da primeira Lagoa à direita de quem chega ao bairro da Zona Oeste do Rio. Se você gosta de arte ou é um colecionador, marque uma visita com o artista por telefone. Vá até o pequeno Shopping Barra Point, logo no começo da Barra. Passe pelo posto de gasolina à esquerda. Vá até a lagoa e você verá o ancoradouro dos barcos/taxi. Peça que o barqueiro o leve até a casa do Seu Roberto. É muito perto. A casa azul é linda e as obras dentro dela, mais instigantes ainda.

16-  Se você for de manhã ao ateliê de Roberto, siga em direção ao Recreio e conheça o shopping mais luxuoso do Rio, o Village Mall. Depois de ver as últimas coleções de lojas como Prada, Miu Miu, Valentino e Cris Barros, se sente no CT Bistrô. Os CTs estão agora espalhados pelo Rio de Janeiro. CT significa Claude Troigros, nome do famoso chef francês radicado no Rio. É bem mais barato que jantar no Olympe comer uma porção de ostras ou um Steak Tartar no CT. A vista lá de trás, com a Lagoa e as montanhas, também é imperdível.

17-  A Barra pode reservar várias surpresas. Eu sempre adorei o shopping ao ar livre “Dowtown”. Com suas lojinhas coloridas, parece o Magic Kingdom da Disneyworld. Pois ali agora está a “Móveis do Bem”, loja da apresentadora do Telecine Renata Boldrini, que reúne lindos móveis de madeira de demolição. Quem me deu a dica foi a própria Renata, amiga com quem trabalhei na Rede Telecine em minha temporada carioca.

18- E, claro, é mais longe, mas não dá pra deixar de conhecer a Cidade das Artes. Tem muito carioca que ainda não conhece este prédio de arquitetura contemporânea cheio de reentrâncias e laguinhos no térreo e vastos espaços nos andares de cima. Já vi uma exposição de moda italiana ali em junho do ano passado ali (ver http://escritosdoocio.com.br/2014/07/de-simoneta-a-prada-a-historia-da-moda-italiana-no-rio/, aqui no blog) e conheci o lindo teatro com meu filho de 6 anos, quando Adriana Calcanhoto narrou a história de Pedro e o Logo, com a Orquestra Sinfônica Brasileira regendo. Imperdível!

 

19-  Outro teatro bem escondido é o que fica dentro do absolutamente especial Parque das Ruínas, em Santa Tereza. Chegue cedo ou saia tarde pra dar tempo de subir na torre do antigo casarão remodelado e tirar fotos ou simplesmente ver a paisagem de tirar o fôlego do Rio de um lado…

e do outro.

Depois, desça pro teatro que fica lá embaixo, escondidinho mesmo. É pequeno, mas abriga boas peças, como a que contou a infância de Leonardo da Vinci, da qual assistimos a última apresentação de uma longa temporada. Meu filho adorou! Não confunda o teatro com o espaço para circo na parte externa do local. Também uma boa pedida, por sinal!

     20- Estando na bela Santa Tereza- o bairro onde eu nasci- você tem opções de sobra na hora de almoçar. Pode ir a um dos restaurantes tradicionais da Almirante Alexandrino comer uma comida alemã, nordestina ou um bom peixe do Sobrenatural, ou escolher entre os dois badalados endereços mais sofisticados. Se vc quer ser bem tratado, vá ao Terèze, no Hotel Santa Tereza. Tem uma bela vista do centro da cidade, bons drinks e gastronomia, e também um ambiente acolhedor. Se vc arrisca levar uma bronca da dona se quiser conversar um pouco sobre as origens deste restaurante quando era bem pequeno, vá ao “Aprazível”.

Ele cresceu, perdeu o charme de 15 anos atrás, mas continua com uma linda vista e a comida ainda é deliciosa, embora beeeem cara.

Peça o drink que vem dentro de um coco. Delicioso!

Serviço:

La Suite

Rua Jackson de Figueiredo, 501, Joá

Tel- 2484-1962/ 976-264 389

www.bydussol.com

 

Lasai

Rua Conde de Irajá 191, Humaitá

Tels- 3449-1834/3449-1854

 

Gilda Midani

Rua Dias Ferreira 417, número 304 Leblon

Tel- 2512-9331

www.gildamidani.com

 

Espaçomulti

Rua Dias Ferreira 417, loja 201, Leblon

Tel- 2294-5754

www.espacomulti.com.br

 

Mul.ti.plo Espaço Arte

Rua Dias Ferreira, 417, loja 206, Leblon

Tel- 2259-1952

www.multiploespacoarte.com.br

 

Ateliê Roberto Magalhães

http://www.robertomagalhaes.art.br/

Nunim

Galeria Ipanema 2000- Rua Visconde de Pirajá, 547, sobreloja 201

Tel- 3258-9185

www.nunim.com.br

 

What mommy needs

Galeria Ipanema 2000- Rua Visconde de Pirajá, 547, sobreloja

Tel- 3875-1332

 

Monica Pondé

Rua Visconde de Pirajá, 365 B,  Lojas 05 e 06

Tel- 2522 2193

http://www.monicaponde.com.br/loja/ipanema/

 

Venga!

Rua Garcia D’Ávila, 147 – loja B, Ipanema

Tel- 2247-0234

 

Móveis do Bem

Av. das Américas, 500
Shopping Downtown
Telefone: 3433.7373

www.moveisdobem.com.br

Compartilhe:
  • Print
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • Live
  • MySpace
  • RSS
  • Twitter

7 Comentários

  1. Querida Mari. Acredita que só agora, de bobeira em Trancoso, consegui ler com calma seu post? Alguns lugares eu já conhecia e os outros vou visitar TODOS! Obrigada pelas dicas, amiga. Beijos.

  2. esqueci: o filho do Troigros (Thomas) abriu no Leblon o TT Burger, bem saboroso e bonitinho. Mega pequenino o espaço, mas o burger é gostoso….

    • Que bom que gostaram das dicas, pessoal! Flávia, obrigada por compartilhar! Marcello, não tirei foto nem com o Bono e o Sting… imagina com o Bonfá!! O Via 7 da Garcia já é bem antigo, mas é mto gostoso e leve! O Aprazível vc já conhecia há muito tempo, nós fomos juntos há uns 15 anos… no comecinho do restaurante, não lembra? O Venga do Rio é legal! Sim, quando formos a SP, vocês nos levam pra conhecer um desses espanhois! Quem sabe no finde do Loolapaloosa? Mas se não der tempo, pq estarei no festival quase fulltime, fica pra vez seguinte, tá? Beijos!

  3. Oi Mari,
    Ótimas dicas! Conhecia algumas e outras não. Como vc é chic amiga! Pratos de Milão??? UAU!! rsrsrsrsr. Vem cá, não tirou foto com Bonfá? Como ASSIM????
    Fiquei curioso pelo endereco que citou na Garcia (adoro estar perto dos gringos e gringas).
    O Posto 6 virou sinonimo de SUP devido ao mar estar sempre flat!
    Fui no Aprazivel ano passado e a vista é incrivel mesmo, mas o preço é SURREAL. Cem reais por um prato??? Acho que os preços no Rio estao muito surreais, perderam a noção! Tenho muito medo de Sta Tereza. Ali me parece muito perigoso! Ruas sinistras. Se perder ali, já era…
    Fui no Venga! aqui de SP e achei uma PORCARIA! Tenebroso! Do Rio nao fui ainda. E nem pretendo. Aqui em SP tem OTIMOS espanhois, como o Sancho, na Augusta, e o La Bodeguita, nos Jardins, q abriu há pouco tempo e conheci nesse carnaval.
    Ah, os bolinhos de feijoada do Chico e Alaíde são mega famosos! Eu amo o Informal e seus pasteiszinhos, acho a atmosfera da Conde de Bernadote sensacional, com todos aqueles barzinhos e o Teatro ali do lado.
    Qdo venha a SP me de um toque, beijao….

  4. Flavia Maria Badaró Abrantes |

    Mariana!
    Excelente seu post com dicas do RJ. Posso dizer que, apesar de mineira e morando em BSB há muitos anos, conheço um pouco do Rio, mas não conhecia nada do que vc comentou no post. Vou tentar conhecer tudo! Amei suas dicas!
    Beijo

Deixe um comentário